Significativo achádego antropomorfo em Cerdedo (Terra de Montes)

O etnógrafo, autor e membro do IGEC, Calros Solla, vem de localizar uma pedra antropomorfizada representando uma figura jacente no Coto das Ínsuas (aldeia de Serrápio, concelho de Cerdedo).  O feliz achádego, nunca antes documentado, produziu-se de forma praticamente casual a princípios deste mês de Fevereiro, segundo relato do próprio descobridor num artigo jornalístico.

Após um primeiro desbroce foi possível apreciar evidências de trabalho sobre a rocha, como a delimitação do corpo – identificando-se cabeça (com olhos), pescoço, torso e o que parecem ser pês – assim como a existência dum desague que vai dar a uma pia lateral, onde (a falta duma análise mais detalhada) a pedra parece também ter sido rebaixada para facilitar o efeito de circulação da água. O conjunto apresenta, aliás, três cruzes que evidenciam um intento de cristianização muito mais tardio.

No domingo 12 de Fevereiro o próprio Solla, junto a outros membros do IGEC como o historiador André Pena Grana, o arqueólogo Laureano Carballo e o geógrafo Xoán Paredes, visitaram esta pedra figurativa, outrossim relatado na imprensa. Estavam presentes também vizinhos da zona, muito interessados na nova descoberta patrimonial na sua terra. Foi nessa visita quando se fez evidente a necessidade de elaborar um estudo pormenorizado da zona e informar às autoridades políticas para fornecerem ajuda na limpeza e proteção do coto.

A sugestiva localização, orientação e grande possibilidade de encontrar mais achádegos nos arredores fazem surgir uma série de hipóteses de trabalho e interpretação. Precisamente, há que ter em consideração que toda a contorna contém multidão de restos arqueológicos e referências etnográficas e culturais, desde os megálitos e lendas do Monte do Seixo até os petróglifos de Campo Lameiro, entre outros.

Como curiosidade comentar que uma lenda local (da que se desconhecia a origem e vinculação) parece agora cobrar mais sentido nas suas referências a uma determinada pedra que havia que tombar ou dar a volta.

Para mais informações actualizadas e fotografias visitem sempre o blogue pessoal de Calros Solla.

¡Extiende el Amor!

Tags: , , , , , , , ,

Deja un comentario

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *

*